| | Comments: (5)

Cousiño-Macul C. Sauvignon Rosé 2009


Vinho produzido pela vinícola Cousiño-Macul, localizada na região metropolitana de Santiago, Chile. É um vinho de cor rosa salmão, refrescante, aromático e leve. Pode ser bebido sozinho ou acompanhado. Eu escolhi um salmão grelhado e uma saladinha para esta harmonização. Perfeito!

Onde comprar - Grandes redes de supermercados
Quanto - R$28,00

| | Comments: (2)

Retrogosto

Retenha um gole de vinho na boca. Aspire ar, fazendo "bico" com os lábios, e solte-o pelo nariz. As papilas detectoras de aromas do nariz são mais precisas que as presentes na língua e revelam nuances intermediárias entre aromas e sabores às quais se dá o nome de retrogosto. É também uma sensação importante na gastronomia.

Fonte - Coleção Folha - O mundo do vinho
| | Comments: (1)

Dom Pérignon


Dom Pérignon foi um monge beneditino (1638-1715) que inventou o método para a fabricação do champagne, denominado Método Champenoise. A ele é atribuída a célebre frase: "Venham ver, venham ver! Estou bebendo estrelas!"

Fonte/Foto - Coleção Folha - O mundo do vinho
| | Comments: (4)

Empireumático

Pira é fogueira, do grego piros para fogo, mas a palavra existe também em português erudito.
Empireumáticas, em degustação, são as notas aromáticas que advém da ação do fogo usado
no interior das barricas de carvalho, sempre tostadas internamente.
Tostados, café, chocolate, baunilha, caramelo são as notas empireumáticas, entre outras.

Fonte – Coleção Folha – O mundo do vinho.
| | Comments: (0)

Salmão e vinho rosé


O Salmão (cujo consumo tem se popularizado muito no Brasil), que empresta a esse estilo de vinho o nome de sua cor mais bela, é uma combinação deliciosa com o vinho rosado, seja cru, grelhado, frito ou assado. Não deixe de experimentar esta combinação, eu adorei.

Fonte/Foto - Coleção Folha - O mundo do vinho - Livro 3
| | Comments: (0)

Madame Clicquot


Nicole-Barbe Ponsardin, nascida em 16 de dezembro de 1777, casou-se com François Clicquot, filho de Philippe Clicquot-Muiron, em 10 de junho de 1798. Mas seu marido morreu em 23 de outubro de 1805, deixando-a viúva aos 27 anos e no controle da companhia. Sem nenhuma formação acadêmica, madame Clicquot tornou-se uma lenda por ser uma das primeiras mulheres a comandar uma grande marca. Uma das responsáveis por abrir espaço para o sexo feminino no mundo dos negócios, a "viúva Clicquot" enxergou além do seu tempo e não teve medo de arriscar. Madame Clicquot morreu em 29 de julho de 1866, deixando uma bem estabelecida marca de champanhe.

Foto - Coleção Folha - O mundo do vinho - Livro 4
| | Comments: (0)

Nieto Senetiner C. Sauvignon 2008


Vinho produzido na região de Mendoza, Argentina. É um vinho intenso, com aroma de baunilha proveniente de sua passagem por madeira. É um vinho distinto e de bom caráter tânico. Bom para acompanhar carne vermelha com molho suculento e massa com molho vermelho. Adorei, valeu a escolha.

Onde encontrar - Grandes redes de supermercados
Quanto - R$35,00
| | Comments: (0)

Champagne...a bebida obrigatória

"Bebo Champagne quando estou alegre e quando estou triste. Às vezes, bebo Champagne quando estou só. Quando estou acompanhada, considero-a obrigatória. Eu a beberico se não estou com fome e a bebo se estou. Caso contrário, eu nunca toco em Champagne. A não ser que esteja com sede".
(Lily Bollinger - 1899/1977).
| | Comments: (0)

Michel Torino Coleccion


Vinho produzido na região de Calchaqui Valley, Argentina. É um vinho bem feito, fácil de beber, ideal para o dia a dia. Disponível em diversas variedades de uvas, como: Cabernet Sauvignon, Shiraz, Tannat, Bonarda, Pinot Noir e Chardannay. No momento estou experimentando o Tannat e me surpreendi, é de cor rubi intenso, frutado e rico em aromas de frutas vermelhas. Valeu!

Onde encontrar - Supermercado Pão de Açúcar
Quanto - R$19,90
| | Comments: (0)

Tasmânia


Essa remota ilha australiana, que abriga cerca de 500 mil habitantes, é linda. E, a exemplo dos outros estados australianos, é muito bem estruturada e organizada. Quase todos os cidadãos do país a consideram uma pequena jóia, charmosa e excelente produtora de cervejas, queijos e, é claro, vinho. Está sendo considerada berço de excelentes espumantes e sua fama deverá ganhar o mundo nos próximos anos.

Para saber mais leiam a revista diVino, edição julho/agosto10
| | Comments: (0)

Julie & Julia


Filme de 2009 dirigido por Nora Ephron, intercala a vida de duas mulheres que, apesar de separadas pelo tempo e pelo espaço, estão ambas perdidas...até descobrirem que com a combinação certa de paixão, coragem e manteiga, tudo é possível. Conta com a participação da competente Meryl Streep. É interessante e vale a pena ser visto.

Nota - O tema não é vinho, mas, quando se trata de comida, existe casamento mais que perfeito?
| | Comments: (0)

Tantehue Cabernet Sauvignon 2009


Membro da ala básica da adega chilena Vina Ventisquero, é um rubro ligeiro, frutado, redondo, com final levemente adocicado, que se bebe fácil. Bom para pizza, frios e queijos leves.

Onde encontrar - Pão de Açúcar
Quanto - R$16,90
| | Comments: (0)

Corra, está acabando...

Amanhã (08/08) é o último dia da feira de vinho promovida pelo Pão de Açúcar. Hoje irei pela quarta vez, espero encontrar muita pechincha. Gostei da iniciativa e tive a oportunidade de renovar meu estoque. Aproveitem.

Endereço - Av Washington Luis, 3919 - SP

| | Comments: (2)

Sideways - Entre umas e outras


Filme de 2004, dirigido por Alexander Payne. É uma comédia deliciosa, que tem como cenário os vinhedos da Califórnia. Imperdível. Assista com um Pinot Noir em uma taça, do Novo Mundo, é claro!
| | Comments: (0)

Dolce Stefania Bonarda 2007


Este é um vinho produzido pela Naiara Wines na região de Mendoza, Argentina e elaborado com a variedade Bonarda. É um vinho de cor vermelho intenso e brilhante e extremamente agradável, com sabor de frutas vermelhas como morangos e cerejas e fácil de ser degustado. Bom para acompanhar massas, frango e queijos.

Onde encontrar - www.saopaulogourmet.com.br
Quanto
- R$45,00


Nota - Adorei este vinho, combinou perfeitamente com peito de frango ao molho reduzido de aceto balsâmico e purê de mandioquinha.
| | Comments: (2)

Vin Santo


Os vinhos santos italianos, feitos com uvas quase sempre moscatéis passificadas, têm características mais oxidadas, mais queimadas, de aroma e sabor do que seus congêneres feitos com uvas simplesmente maduras. A combinação tradicional com os biscoitos duros de amêndoas assados duas vezes, os cantucci (hum! deu vontade de experimentar), é insuperável.
O Vin Santo também vai bem com frutas secas, avelãs, nozes e amêndoas, castanhas assadas, bolos mais secos e pães doces, especialmente os feitos com frutas secas, como os panetones. É muito recomendado para as festas de Natal e Ano-Novo no Brasil, em que esses petiscos são presença obrigatória.

Fonte/Foto - Coleção Folha - O mundo do vinho - Livro 2
| | Comments: (2)

Espumas flutuantes


Leve, fácil de beber e docinho, o espumante do tipo Asti, uma das especialidades da Serra Gaúcha, tem sido um dos maiores sucessos recentes de venda no Brasil, sob o nome Moscatel Espumante, já que o nome Asti é exclusividade da cidade italiana e dos vinhos ali produzidos.

Fonte/Foto - Coleção Folha - O mundo do vinho - Livro 4
| | Comments: (0)

Vinho - guia descomplicado



Hoje resolvi indicar um livro que gosto muito, inclusive, serviu de fonte de informação para o meu blog; um livro fácil de ler e com ilustrações maravilhosas. É um guia descomplicado de vinhos, de autoria de Oz Clarke, o autor de livros sobre vinho mais popular do Reino Unido. Sem jargão, sem informação desnecessária, dispensa qualquer conhecimento prévio.

Livro - Vinho - O guia fundamental para o apreciador moderno
Autor - Oz Clarke
Quanto - R$85,00

| | Comments: (0)

Vinho de palha

O vin de paille, vinho de palha, francês, é feito em várias regiões do país pela receita do passito, com as uvas postas a secar sobre esteiras de palha, em clima seco, geralmente abrigadas em armazéns ventilados. O mais famoso é o da região do Jura, extremo leste da França, na fronteira com a Suíça, com as uvas brancas Chardonnay, Savagnin e Poulsard.

Fonte - Coleção Folha - O mundo do vinho - Livro 2
| | Comments: (0)

O segredo da vida

"No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho espelha-se a vida." (Roland Betsch).

| | Comments: (0)

13 - Brancos doces dourados


Ricos, opulentos, de encher a boca, para a hora da sobremesa ou para ficar contemplativo, muitas vezes com sabores intensos de pêssego, abacaxi e mel. Na França os vinhos doces de Bordeaux apresentam sua melhor forma no Sauternes, são vinhos ricos, com intensos sabores de pêssego e abacaxi, açúcar queimado, caramelo e mel, tudo equilibrado pela acidez. Temos ainda o Ice Wine canadense, que consegue um casamento perfeito de acidez e doçura; o húngaro Tokaji, que tem sabor agridoce defumado e mais uma infinidade de vinhos neste estilo produzidos mundo afora.

Fonte / Foto - Vinho - O guia fundamental para o apreciador moderno - Oz Clarke