| |

Champanhe de 200 anos é aberta

Um dos champanhes mais antigos do mundo, uma bebida de dois séculos de idade descoberta este ano nos restos de um barco afundado no mar Báltico, tinha poucas bolhas e apresentava um forte odor acre, observou um jornalista da AFP, que participou da degustação nesta quarta feira.
Cerca de 100 apreciadores da bebida e jornalistas assistiram a abertura de duas garrafas. Uma vez retiradas as rolhas com extremo cuidado, um forte cheiro ácido se espalhou pela sala. Servido nas taças, o espumante apresentou poucas bolhas.

Fonte - Folha de São Paulo

0 comentários:

Postar um comentário