| | Comments: (0)

Sobra de vinho

Você pode guardar o vinho que sobrou vários dias sem que ele perca muito do sabor. Basta retardar os efeitos da oxidação. A maneira mais simples é fechar a garrafa novamente e colocá-la na geladeira, ou você pode comprar equipamentos especiais que retiram o ar e criam vácuo parcial, ou que injetam um gás inerte denso. Há tampas especiais para vinhos espumantes, mas você também pode usar uma rolha convencional. De qualquer modo, mantenha o vinho bem refrigerado. Se sobrarem duas garrafas do mesmo vinho, coloque o conteúdo de ambas em uma só. Quanto mais cheia a garrafa estiver, mais tempo o vinho durará. O vinho branco se conserva por mais tempo que o tinto.

Fonte - Vinho - O guia fundamental para o apreciador moderno (Oz Clarke)
| | Comments: (0)

Rolha quebrada


Para remover uma rolha quebrada que ainda está presa no gargalo da garrafa, incline bem o saca-rolhas e pressione o fragmento de rolha contra a parede do gargalo puxando-o para cima. Se não der certo, empurre a rolha para dentro do vinho. Talvez você encontre pedacinhos de rolha na sua taça, mas o sabor do vinho não será pior por causa disso. Se a rolha de um vinho espumante quebrar dentro da garrafa, sua única opção é recorrer a um saca-rolhas. Mas retire a rolha com muito cuidado e tente liberar lentamente o gás pressurizado da garrafa.

Fonte - Vinho - O guia fundamental para o apreciador moderno (Oz Clarke)
| | Comments: (0)

O grande Chateau d´Yquem 1811

Eis uma grande notícia: O sommelier francês Christian Vanneque entrou para a história depois de arrematar uma garrafa de vinho por cerca de US$120 mil ( vinho de sobremesa mais desejado e caro do mundo). O valor representa a mais alta cifra já desembolsada em um vinho branco. A data do vinho recordista é conhecida como o ano do cometa. A autenticidade foi comprovada por meio de testes com o vidro da garrafa e análise das cores do vinho e da etiqueta. " Avaliamos os componentes e eles são exatamente iguais (aos originais). Está numa condição impecável, o que é notável, considerando que já tem 200 anos". O comprador planeja abrir a garrafa em 2017, quando completará 50 anos de sua carreira como sommelier.




Fonte - Folha de São Paulo
| | Comments: (0)

Pinotage - Ame ou Odeie


Esta uva foi concebida e desenvolvida para atender às demandas do solo e do clima da África do Sul - resultou do cruzamento entre a Pinot Noir e a Cinsaul realizada pelo professor Peroldt em 1922. Esta uva produz vinhos com sabor de ameixa de textura áspera, até estilos frutados com sabores de banana, groselha vermelha. É um vinho que se ama ou que se odeia. E não são somente os bebedores que estão divididos: uns produtores da África do Sul o adoram, outros o odeiam. Eu amo e vc?

Fonte - Vinho - O guia fundamental para o apreciador moderno (Oz Clarke)
| | Comments: (0)

Trapiche Roble C. Sauvignon 2006

Este vinho é produzido pela bodega Trapiche, na região de Mendoza, Argentina. Elaborado 100% com a variedade de uva Cabernet Sauvignon. 80% foi envelhecido em carvalho americano e 20% em carvalho francês pelo período de 12 meses. E ainda permaneceu na garrafa pelo período de 06 meses. De cor vermelho rubi, aromas de frutas vermelhas e taninos potentes. Final longo. Bom para acompanhar uma carne vermelha suculenta. Não me decepcionou.

Onde - Supermercado Pão de Açucar
Qunto - R$38,00
| | Comments: (0)

Casillero del Diablo R. C. Sauvignon 2010


Este vinho é produzido pela bodega Concha Y Toro, no Valle Central, Chile. Elaborado 100% com a variedade Cabernet Sauvignon. De cor vermelho rubi profundo, aromas de frutas vermelhas, tem médio corpo e taninos sedosos. Vale ressaltar que 70% deste vinho foi envelhecido em barricas de carvalho americano por 08 meses. Ideal para acompanhar carnes vermelhas ou uma massa com molho vermelho. Valeu a compra!

Quanto - R$25,90 (em promoção)
Onde - Supermercado Pão de Açúcar
| | Comments: (0)

Gamay - a uva que refresca


Gamay, para todos os efeitos e propósitos, é igual a Beaujolais. Ela floresce em uma saliência das colinas de granito no sul da Borgonha. A região de Ardèche, no sul da França, tem um pouco, assim como o Vale do Loire no oeste. A Gamay produz vinhos leves, refrescantes, com sabor azedo, como o das balas de cereja e framboesa, perfeitos para os dias quentes de verão. Literalmente é uma uva para ser bebida jovem. Os vinhos de destaque produzidos com esta variedade são - Beaujolais-Villages (o melhor), Beaujolais Nouveau ou simplesmente Beaujolais. Vale salientar que no Brasil a Miolo produz um Gamay leve, refrescante e de bom custo-benefício.
| | Comments: (0)

Vinho e amizade

No banquete da vida a amizade é o pão, e o amor é o vinho ( Paolo Mantegazza ).
| | Comments: (0)

Santa Helena Reserva Carménère 2009

Hoje vou indicar um vinho produzido pela vinícola Santa Helena, vale destacar que o primeiro vinho seco que bebi foi desta bodega e a partir de então comecei a me interessar por este maravilhoso mundo de Baco e a ler bastante sobre o assunto e a cada dia tenho aprendido, afinal, nunca sabemos tudo né! Da empresa - foi fundada em 1942 e adquirida pelo grupo San Pedro em 1994. Atualmente é uma das maiores vinícolas do Vale de Colchagua, com um total de 334 hectares cultivados. Além disso possui contratos de longo prazo com os melhores vales vitivinícolas chilenos - Maipo, Elqui, Casablanca, Leyda, Cachapoal, Curicó e Maule. Do vinho - Produzido 100% com a variedade de uva Carménère, de cor vermelho rubi, aromático, frutado. O envelhecimento por 04 meses em barricas de carvalho lhe confere taninos macios. Ideal para acompanhar masssas com molho de carne e churrasco.

Onde - Grandes redes de supermercados
Preço médio - 30,00
| | Comments: (0)

Merlot - uva macia e aveludada


Vinho suculento, frutado. Os sabores de groselha preta, cereja preta e menta são sua marca registrada. A Merlot começou como complemento da Cabernet Sauvignon em Bordeaux, mas alcançou popularidade mundial. Os grandes vinhos de Pomerol e St. Émilion, em Bordeaux, compõem-se basicamente de Merlot, mas, a Cabernet também é utilizada. Os melhores Merlots de Bordeaux podem durar até 20 anos - Château Pétrus e Château le Pin, são os dois vinhos mais caros do mundo. No novo mundo, destaque para o Chile - paraíso da Merlot - produzindo vinhos vermelho-granada maravilhosos, ideais para serem bebidos jovens - e para o Brasil, que teve um Merlot premiado - Miolo Merlot Terroir 2005. Um brinde!



Nota - A Cabernet Sauvignon faz parte da composição do vinho produzido com uvas Merlot na fabricação do clássico Bordeaux tinto com sabor de groselha preta.



| | Comments: (0)

O vinho como artigo de permuta

"O Vinho é indispensável artigo de permuta para a moeda de ouro que nos falta" (Emydio Navarro, Jornalista e Político)
| | Comments: (2)

The Lost Bars Vidal Icewine

Para o almoço deste domingo (03/07) em comemoração ao meu niver (01/07) tive a coragem de abrir o meu primeiro Icewine. Este veio diretamente do Canadá, estava aguardando uma data especial para degustar esta preciosidade. Produzido pela vinícola Ganton & Larsen na região de Okanagan Valley com a variedade de uva Vidal. Da garrafinha linda de 375ml saiu um líquido dourado, límpido e aromático - flores e especiarias. Na boca, mais surpresas; sabores de mel, damasco e lichia. Equilibrado e de uma doçura muito agradável. Foi um par perfeito para a sobremesa do dia - Pudim de leite condensado. Este marcou, fiquei com uma sensação de quero muito mais. Valeu!!!

Preço - $39,99 (dólar canadense)
Nota - Não sei se é vendido no Brasil
| | Comments: (0)

[ yellow tail ] Shiraz 2010


Este Shiraz Australiano é produzido pela bodega Casella Wines, na região de Yenda. Com aromas de geléia de frutas vermelhas e bem saboroso - frutas vermelhas maduras. Um vinho tranquilo, fresco e fácil de beber. Vai bem com uma carne grelhada e com massas.

Preço - R$32,00
Onde - Supermercado Walmart