| | Comments: (0)

Uva Furmint


Variedade emblemática húngara, associada ao melhor produto vinícola do país, os grandes vinhos
de sobremesa de Tokay ou Tokaji. Comporta-se da mesma forma que a Sémillon para Sauternes,
contribuindo com cerca de 70% da mescla, além de também ser propícia a botritização. Tanto na
Hungria quanto em outras regiões da Europa oriental, existem em versão de branco seco, contudo
sem a nobreza dos adocicados.

Fonte - Os segredos do vinho para iniciantes e iniciados (José Osvaldo A. do Amarante).





| | Comments: (0)

Colonia Las Liebres Bonarda 2009


Este é mais um achado, um belo custo-benefício. Produzido pela bodega Altos Las Hormigas na região de Mendoza, Argentina. Elaborado 100% com a variedade de uva Bonarda. É de cor vermelho rubi intenso, aromático e saboroso. Apesar de não ter passagem por madeira, é intenso e concentrado. Recebeu 89 pontos de Robert Parker quando considerou ser um vinho "Altamente expressivo" e 87 pontos da Wine Spectator. Vai bem com diversos pratos - massas, grelhados, carnes. Valeu!

Quanto - R$34,00
Onde - Maison des Caves - Shopping Paulista
| | Comments: (0)

Grandjó Douro 2007

Em uma garimpada encontrei este vinho (não conhecia) e fiquei curiosa, então resolvi comprar para experimentar e juro, não me arrependi - é um vinho interessante. É produzido pela Real Companhia Velha. Elaborado com as variedades de uva Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Franca e Touriga Nacional. De cor vermelho rubi intenso, é aromático, frutado, de taninos macios e acidez na medida. É um belo custo-benefício. Ideal para acompanhar carne vermelha e massas com molho vermelho.

Onde - Supermercado Walmart
Quanto - R$40,00
| | Comments: (0)

Uva Grenache


A Grenache não é uma uva francesa, mas sim espanhola. É a casta escura mais plantada do planeta e também da Espanha. É rainha na região do Priorato (Espanha), como no L´ermita de Alvaro Palacios. Participa majoritariamente no corte do Châteauneuf-du-Pape(França) - vinhos concentrados, moderadamente taninosos e com incrível sedosidade. Esta casta é também cultivada na Itália, Califórnia e Austrália.

Fonte - Os segredos do vinho para iniciantes e iniciados ( José Osvaldo A. do Amarante)
| | Comments: (0)

Pata Negra Tempranillo/C. Sauvignon 2008


Eis mais uma dica de um custo-benefício, produzido na região de Valdepeñas, Castila la Mancha, Espanha. Elaborado com as variedades de uva Tempranillo (80%) e Cabernet Sauvignon (20%). Foi envelhecido por 06 meses em barricas de carvalho francês e americano. É um vinho rico em aromas de frutas vermelhas, de cor vermelho rubi limpo e brilhante. Taninos na medida e muito agradável. Bom para acompanhar carnes vermelhas e brancas.

Onde - Grandes redes de supermercados
Preço médio - R$35,00
| | Comments: (0)

O vinho e as estações do ano

Bem, se você é amante de vinho e tem uma preferência de clima, escolha a sua estação e desvende o mundo maravilhoso de Baco ou aproveite todas as estações.

1 - Primavera - Traz a volúpia dos vinhos rosés, com sua coloração fascinante e sedutora que antecipa as cálidas tardes e o lento brotar das plantas.

2 - Verão - Pede a refrescância dos espumantes, brancos e tintos leves. São os vinhos desta estação os cítricos brancos de Sauvignon Blanc, os perfumados, Viogner e Gewustraminer, os doces Moscatéis, e dentre os tintos leves temos a elegante Pinot Noir, as alegres Barbera e Bonarda, as clássicas Cabernet Franc e Sangiovese, sem falar as instigantes Pinotage e Gamay.

3 - Outono - Permite manter a refrescância dos espumantes e vinhos brancos, e complementa com o conforto dos tintos de médio corpo como os elaborados com Malbec, Merlot ou Carménère.

4 - Inverno - Abre as portas para os brancos encorpados e amadeirados como os elaborados com Chardonnay e Semillon, ou os tintos robustos feitos com as italianas Nebiollo, Nerello Mascalese ou as francesas Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Tannat, e mesmo as rústicas e intrigantes Baga e Alicante Bouchet que fazem vinhos deliciosos em Portugal.

Fonte - Revista Bem + Osasco/jun-jul 2011
| | Comments: (0)

Uva Syrah ou Shiraz

Casta francesa de qualidade, que descortina toda a sua majestade no seu nativo Rhône, com as classudas AOCs Hermitage e Côte Rôtie. Sob a denominação de Shiraz, essa uva tem tido recentemente grande ascensão de demanda dos consumidores, com tintos de ótima relação qualidade-preço surgidos na Austrália. Porém, esse fenômeno iniciou-se com o surgimento do Penfolds Grange Shiraz, o mais famoso vinho desse país, um dos grandes tintos do planeta ( post no blog / marcador: Sonho de consumo ). Seus vinhos são coloridos, com aromas de frutas vermelhas. No palato tem boa tanicidade, sendo encorpado e com alta concentração de frutas maduras.

Nota - Outras regiões onde ela é plantada - França, Itália, Espanha, Portugal, Califórnia, Canadá, Argentina, Chile, Uruguai, Nova Zelândia, África do Sul e Brasil.

Fonte - Os segredos do vinho para iniciantes e iniciados (José Osvaldo A. do Amarante)
| | Comments: (0)

Geléia Extra de Cabernet Sauvignon


Esta geléia faz parte da linha Geléia Gourmet, produzida pela Casa de Madeira - grife do grupo Famiglia Valduga Co. - no Vale dos Vinhedos. Com sabor único e especial, esta geléia é preparada através de um Cabernet Sauvignon com passagem por barricas francesas. Obtida através de concentração, a Geléia Extra de Cabernet Sauvignon consiste em manter todas as qualidades e tipicidades aromáticas e gustativas deste nobre vinho em uma Geléia Gourmet. Compõe ainda esta linha: Mirtilo, Malbec, Physalis com Maçã e Morango com Pimenta. São perfeitas para o preparo de pratos mais elaborados. Deliciosa!

Nota - Para obter a classificação de geléia tipo extra, são necessários 50% de vinho e 50% de açúcar, sem adição de conservantes.
Onde comprar - Mercado Municipal ( Casa Irmãos Borges )
Quanto - R$12,00
| | Comments: (0)

Bleasdale Langhorne Crossing Red 2008

Em uma das minhas andanças encontrei este vinho, não resistir e comprei. Produzido na região de Langhorne Creek , Austrália. É elaborado com 04 variedades de uva - Cabernet Sauvignon (52%), Malbec (27%), Shiraz (15%) e Petit Verdot (6%). Foi envelhecido por 15 meses em barricas de carvalho americano, o que lhe confere toques de baunilha. É de cor vermelho rubi, aromas de frutas vermelhas maduras e especiarias, na boca é persistente, de final longo e agradável. Taninos na medida. Ideal para acompanhar uma carne vermelha suculenta e massas com molho vermelho. Valeu a compra, adorei!!!

Onde - Supermercado Pão de Açúcar
Quanto - R$40,00
| | Comments: (0)

Vinhos chilenos imperdíveis


Eis uma relação de vinhos chilenos imperdíveis, segundo o especialista Arthur Azevedo ( Médico e Enólogo ), publicado hoje (01/09) no jornal Folha de São Paulo. Eu particularmente ainda não tive o prazer de experimentá-los, quem sabe um dia!

1 - Almaviva (2007) - tenho uma garrafa ano 2005
2 - MontGras Ninquén (2008)
3 - Errazuriz Kai Carmenére (2007)
4 - De Martino Limávida Single Vineyard (2006)
5 - Santa Carolina Herência Carmenére (2007)
6 - Ventisquero Pangea Syrah (2007)
7 - Montes Folly Syrah (2007)
8 - Erasmo La Reserva de Caliboro (2006/2007)
9 - Viña Concha y Toro Don Melchor (2007)
10 - Viu Manent Viu 1 (2005)
11 - Cono Sur Pinot Noir 20 Barrels (2007)
12 - Lafken Garage Wine (2007)
13 - Santa Rita Casa Real (2007)
14 - San Pedro Cabo de Hornos (2007)
15 - Odfjell Aliara (2007)
16 - Valdivieso Caballo Loco 11
| | Comments: (0)

Vinho e Pilates



Como uma grande amante de Vinho e do método Pilates e em mais uma das minhas pesquisas na internet, encontrei esta aula de Pilates especial para os amantes do Vinho e achei bastante interessante. Curtam, só não tentem executar!