| |

Descritores aromáticos do vinho


Aroma do vinho, palavra mágica usada por todos os amantes da bebida de Baco. Para identificá-los é necessário muito estudo e muita prática (degustação). Os aromas de um vinho podem pertencer a três principais famílias:
1 - A dos aromas primários, advindos da planta (notas frutadas, vegetais, florais e minerais).
2 - A dos aromas secundários, provenientes do processo de elaboração (fermentação, cantina, baunilha, tostados, coco, carvalho).
3 - A dos aromas terciários, que surge com o envelhecimento em garrafa (caramelo, húmus, nozes, amêndoas, champignons, notas animais, como couro cru e curtido, peles).
Abaixo uma relação de palavrinhas mágicas muito utilizadas em degustações, juro que um dia eu chego lá!
Abacaxi, Ameixa, Amoras, Aspargos, Avelã, Azeitonas, Banana, Baunilha, Beterraba, Café, Canela, Carvalho, Cassis, Castanhas, Cerejas, Chocolate, Coco, Cogumelo, Couro, Damasco, Defumado, Ervas, Especiarias, Eucalipto, Figos Secos, Folhas Secas, Flores Brancas, Framboesa, Laranja, Limão, Maçã Verde, Mel, Menta, Minerais, Morango, Nozes, Pão Tostado, Pimenta, Pimentão, Pimenta-do-Reino, Rosa, Tabaco, Trufas, Violetas.

Fonte/Foto - Revista Adega

0 comentários:

Postar um comentário