| |

O Amarone della Valpolicella

O apassimento, que significa secagem, é a palavra mais ouvida na região quando se fala desse que é o vinho tinto com maior potencial de envelhecimento da Itália. Ao serem colhidas entre o final de setembro e o início de outubro, as uvas são colocadas para secar em caixas, antes da fermentação, em locais com boa circulação de ar, por algo entre três e quatro meses. Nesse processo, a uva perde água e os açúcares ficam mais concentrados. Surgem, então, vinhos bem-estruturados, de ótimo corpo, acidez e taninos agradáveis. Pela legislação, para ser um Amarone, a bebida precisa estagiar em carvalho por pelo menos 25 meses e tem que apresentar, no mínimo, 14% de álcool. Contudo, alguns rótulos, chegam a ultrapassar 18%. A mais importante uva utilizada é a Corvina, responsável por dar cor, acidez e estrutura ao vinho, além do aroma de cereja, uma das famosas características deste vinho.

Fonte - Revista diVino Sabores
Foto - modagourmet.com

0 comentários:

Postar um comentário